(no)Limits

Posted in Uncategorized on janeiro 5, 2019 by rjgorosito

O amor tem limites.
Sabemos disso.
Nós os derrubamos,
Erguemos de novo,
E derrubamos outra vez…
Mas será que precisa ser assim?
Não podemos aprender?
Não podemos ter coragem?
Não podemos acreditar?
Porque talvez só precisamos disto…
Um pouco de coragem, 
Um pouco de esperança 
E um pouco de fé. 
Talvez não haja limites
Se optarmos por não vê-los.
Talvez amor não tenha limites
Se simplesmente tivermos coragem
De decidir que o amor não tem limites.
Talvez exista felicidade suficiente
para todos.
Ou talvez…
Não sei, preciso pensar em algo…

Anúncios

ADM

Posted in Uncategorized on janeiro 5, 2019 by rjgorosito

A ideia não é administrar nada.
A ideia é sentir.
Tristeza, pesar, dor, luto.
Tudo isso é normal.
Não é normal para quem nunca fez.
Quem engole e muda o caminho.
Em vez de atravessar a dor,
atravessar o caminho,
prefere fugir dele.
Não ser capaz de encarar os danos causados,
prefere fugir.
Faz o que for preciso
para anestesiar a sensação
e fingir que não existem responsabilidades.
Isso não é normal.
É preciso sentir, amar,
assumir os atos,
encarar os caminhos escolhidos.
É sentir dor, se machucar, amar,
reconhecer, assumir, aceitar,
sentir pesar, até mesmo ser destruído.
Para assim, nos reconstruirmos
até sermos destruídos novamente.
Isso é ser humano.
Isso é humanidade
Isso é estar vivo.
Essa é a grande questão.
Essa é a ideia.
Não se deve aniquilar isso ou fugir.
Devemos aceitar nossas próprias escolhas e assumir. 
Na vida, não se administra nada!

UFC

Posted in Uncategorized on janeiro 5, 2019 by rjgorosito

O que acontece 
quando as pessoas tiram as luvas 
e param de se esconder 
Por trás da máscara?
Qual será a próxima jogada?
Faz o possível para ver no que dá
Ou recua, espera um pouco
E vê se puxam o seu tapete?
É a sua vez de jogar!
Você pode recuar ou partir pra luta.
Qual vai ser?

Bandagens

Posted in Uncategorized on janeiro 2, 2019 by rjgorosito

Machuca tirar o curativo.
Começamos pelas pontas,
Devagar…
Não queremos ver o que tem embaixo.
Mas, talvez não seja medo da dor 
o que nos segura. 
Talvez tenhamos medo de ver 
se a ferida ainda está aberta…
ou se ela está cicatrizando. 
Machuca tirar o curativo.

Nem tudo está perdido

Posted in Uncategorized on dezembro 28, 2018 by rjgorosito

O que nos machuca é cumulativo.
Acontece no decorrer do tempo.
Absorvemos golpe após golpe,
Choque após choque,
Dor após dor.
Mas mesmo assim,…
Mesmo sabendo exatamente como chegamos ali,
Não significa que possamos consertar.
Não se pode curar todas as feridas.
E tudo bem…
Preciso acreditar que não tem problema.
Preciso acreditar que mesmo parecendo algo irremediável…
Não está totalmente perdido.

Escolhas

Posted in Uncategorized on dezembro 23, 2018 by rjgorosito

Quando ficamos sem certas coisas 
por algum tempo… 
é fácil esquecer 
o quanto precisávamos delas. 
Esquecemos o que tivemos um dia.
Esquecemos como é viver com uma coisa…
não que precisamos, 
mas que queremos. 
Por isso é tão importante 
nos relembramos que lembremos:
Só porque nós podemos viver  sem alguma coisa…
não quer dizer que precisamos fazer isto.

Sinais

Posted in Uncategorized on dezembro 23, 2018 by rjgorosito

As coisas não são sempre o que parecem.
Elas costumam indicar
que algo maior está acontecendo…
bem la no fundo.
Sintomas,
bandeiras vermelhas,
sinais de aviso,
sirenes…
coisas que devemos prestar atenção…
coisas que não devemos ignorar nunca.
Coisas que são ruins…
coisas que podem nos machucar de verdade.
Coisas que talvez…
seja tarde demais para serem consertadas.